cabecalho destaques

Projeto que institui o uso do Colar de Girassol é aprovado no Legislativo de Morro da Fumaça

E a DIISC estava lá!

A DIISC, representada por nossa Vice Presidente Marina  Amboni Marcelino Silvestrini e pela Primeira Secretária Gabriela Fretta, participou da sessão que aprovou o Projeto de Lei nº 09/2023, de autoria dos vereadores Simoni Cechinel de Almeida Brina e Luciano Formentin Pereira, que busca auxiliar na orientação da identificação de pessoas com deficiências ocultas.

A iniciativa tem como objetivo principal oferecer uma forma de identificação para aqueles que possuem deficiências ocultas, ou seja, condições de saúde que não são facilmente perceptíveis visualmente. O Colar de Girassol consiste em uma faixa estreita de tecido ou material equivalente, na cor verde, com estampas de girassóis.O uso do Colar de Girassol é opcional para indivíduos com deficiências ocultas, assim como para seus acompanhantes e atendentes pessoais.

A aquisição do colar é de responsabilidade da própria pessoa que deseja utilizá-lo, uma vez que seu uso é facultativo. Além disso, os estabelecimentos públicos e privados devem orientar seus funcionários e colaboradores quanto ao uso do Colar de Girassol para a identificação das pessoas com deficiências ocultas. A Sessão Ordinária, contou com a participação de Marina Amboni, vice-presidente da Associação de Doenças Intestinais de Santa Catarina, e Gabriela Freta, 1ª secretária.

A vereadora Simoni ressaltou a importância do Colar de Girassol para pessoas com doenças ocultas e seus familiares, que necessitam de um atendimento diferenciado nos estabelecimentos públicos e privados. “É essencial compreendermos que o colar identifica que a pessoa necessita de um atendimento, um suporte especial, sem necessidade de dar explicações, evitando constrangimento para o usuário e familiares.”, explicou a vereadora Simoni.

Marina Amboni, vice-presidente da Associação de Doenças Intestinais de Santa Catarina, enfatizou a importância da conscientização sobre o uso do Colar de Girassol. “Não estamos buscando privilégios ou vantagens na fila. Pessoas com doenças ocultas, como fibromialgia, doença de Crohn, autismo e ostomia, todas necessitam de atenção e compreensão. Não escolhemos ter essas condições, mas aprendemos a conviver com elas da melhor maneira possível, buscando apoiar outras pessoas que enfrentam situações semelhantes”, destacou Marina.

O vereador Luciano, um dos autores do Projeto de Lei, também é psicólogo clínico e comentou sobre a aprovação do projeto. “Como psicólogo clínico, entendo perfeitamente que algumas pessoas têm receio de falar sobre suas terapias. Principalmente crianças e adolescentes podem sentir medo de serem mal interpretados pelos colegas, sendo rotulados erroneamente. Por isso, gostaria de parabenizar a todos pelo trabalho desenvolvido, pois é essencial desmistificar esses estigmas e oferecer um ambiente acolhedor”, finalizou o vereador Luciano.

Fonte: Morro da Fumaça Notícias (https://www.morrodafumacanoticias.com.br/projeto-que-institui-uso-colar-girassol-aprovado-legislativo-morro-fumaca/)